Páginas lidas...

Translate...

terça-feira, 29 de março de 2011

Estrela de Davi, Magen David, Estrela Judaica, Estrela de seis pontas... Não adianta disfarçar com outros nomes, pois este é o "HEXAGRAMA": um milenar simbolo pagão, ocultista e demoníaco venerado por ignorância por milhões de cristãos evangélicos! Liberte-se dele! por Pr. Gilberto Sereno".



Gente amada do Altíssimo espalhada por todo o mundo, como ministro do Evangelho posso afirmar que à primeira vista estes diferentes nomes podem provocar o interesse em gente de fé evangélica, principalmente quando fazem mensão ao nome de Davi (Daud) que reinou entre o povo que conhecemos como Israel pela vontade do Altíssimo há cerca de 3.000 anos passados...
Porém, esta Estrela que muitos(as) alegam ser de Davi  não foi criação de Davi, mas foi encorporada ao misticismo judaico por meio de SALOMÃO filho de Daví (Daud) QUE, CONVENCIDO POR MULHERES PAGÃS (COM QUEM SE UNIU EM MATRIMÔNIO) DESVIOU-SE DOS CAMINHOS DO ALTÍSSIMO . 1Molkhim (1 Reis) CAP. 11.

ESTE SÍMBOLO OCULTISTA E PAGÃO já existia muito antes do nascimento de "âmbos", e era utilizado por vários povos pagãos constituidos há "mais de cinco mil anos atrás".


SOMENTE DEPOIS DO REINADO DE SALOMÃO É QUE FOI INCORPORADO À "CABALA JUDAICA" (MAGIA NEGRA JUDAICA)".  Satanás achou brecha e "entrou"!

O HEXAGRAMA (enganosamente chamado de Estrela de Daví) pode ser encontrado em tábuas  Sumérias e inclusive nas famosas pedras de STONEHENGE na Inglaterra que, segundo historiadores já datam de vários milhares de anos de existência e eram uma espécie de templo onde foram encontradas ossadas humanas que denotam sacrifícios "humanos", alí realizados.

Em certo tempo da história da humanidade esta "estrela de seis pontas" era símbolo de 'MOLOQUE" (principal deidade dos "AMONITAS", também conhecido como MILCOM ou MALCÃN), como vemos evidenciado claramente no livro de Viyakro (Levítico) capítulo 20: 1 à 7, "muito antes do reinado de Daví e mesmo de seu filho Salomão"!

O ápse na cultuação à esta deidade pagã era o sacrifício de crianças, e o rei Daví (Daud) que todos conhecemos como "FIGURA DO REI DOS REIS YAHUSHUA, O MESSIAS (que muita gente reconhece erradamente como JESUS)" : nunca usaria para sí ou para o seu reinado um símbolo pagão "PARA SUA PROTEÇÃO", VISTO QUE UM DOS NOMES QUE SE DÁ PARA O HEXAGRAMA É MAGEN DAVÍD, QUE SIGNIFICA "A PROTEÇÃO DE DAVÍ"!
Não concordam comigo?

É importante informar para quem não conhece nada sobre ESTA "ESTRELA DE SEIS PONTAS", QUE O HEXAGRAMA, encontrado na "atual bandeira do povo de Israel", foi nela incorporado pelo PRIORADO DE SIÃO (pesquise sobre isto na internet) apenas por interesses políticos e de poder: QUE NADA TÊM À VER COM A HISTÓRIA PREGRESSA DO POVO QUE CONHECEMOS COMO ISRAEL (SEU NOME VERDADEIRO É "YASHORUL"!

O HEXAGRAMA ENCRAVADO NA ATUAL BANDEIRA QUE REPRESENTA O POVO DE ISRAEL (YASHORUL) É UM SÍMBOLO PAGÃO ORIGINÁRIO DOS PRIMÓRDIOS DA HUMANIDADE, E ADORADO PELOS MESMOS OCULTISTAS MAÇONS IDÓLATRAS QUE ESTÃO IMPLANTANDO "A NOVA ORDEM MUNDIAL"! 

SIM, PELOS DESCENDENTES DESTA ELITE QUE GOVERNAVA BABILÔNIA, EGITO, GRÉCIA, ROMA IMPÉRIO E ROMA "GOVERNO ESPIRITUAL" QUE APOIADA NO CORRUPTO CRISTIANISMO INVENTADO PELO IMPERADOR ROMANO CONSTANTINO EM 325 (DC) SUBSISTE ATÉ HOJE NA FORMA DA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA. 
E, NÃO SE ENGANE COM RESPEIRO ÀS ORÍGENS DAS IGREJAS PROTESTANTES REFORMADAS, POIS SUAS RAIZES NASCEM DA MESMA "TERRA PAGÃ"!



São estes mesmos que por meio de erradas traduções das Escrituras Sagradas (redigidas originalmente em HEBRAICO RAIZ): ocultaram OS NOMES DO PAI CRIADOR POR MEIO DE SUBSTANTIVOS COMO "SENHOR" (DERIVADO DE "BAAL", SIGNIFICANDO POSSUIDOR OU MARIDO) E TAMBÉM DE "DEUS" (PALAVRA DERIVADA DE THÉOS E ZEUS, PROVENIENTES DA MITOLOGIA GRECO- ROMANA).

Nota: 
EM NOSSO TEMPO ESTA MESMA CORRUPTORA ELITE RELIGIOSA MILENAR TÊM PROPAGANDO A ACEITAÇÃO GLOBAL DA CULTURA E RELIGIÃO CHAMADA "NOVA ERA" QUE, DISSEMINADA À PARTIR DA IDEOLOGIA DE QUE "DEUS/deus É UM MESMO PARA TODOS": IMPOSTORAMENTE IDENTIFICA "O SER DO ÚNICO SUPREMO CRIADOR" NA IMAGEM (FÍSICA OU ETÉREA) DE QUALQUER OBJETO DE ADORAÇÃO QUE SE DENOMINA "DEUS/THÉOS/ZEUS/deus/santos/ídolos/mãe terra/mãe natureza/deus sol"e ETC, ETC, ETC... A RELAÇÃO É LONGA...


GENTE DE FÉ SINCERA, O PAI SUPREMO CRIADOR TEM NOME PRÓPRIO JÁ CONHECIDO HÁ MILÊNIOS, FOI REVELADO NO MONTE HOREBE COMO YAHUH (YHWH).
NOME ÚNICO QUE POSSUI EM SUA CONSTITUIÇÃO O RADICAL LINGUÍSTICO QUE DENOTA ATEMPORALIDADE NO EXISTIR:"EU SOU".
NA FORMA DE CÓPIAS DAS SAGRADAS ESCRITURAS REDIGIDAS EM HEBRAICO RAIZ, OS PERGAMINHOS DO MAR MORTO MOSTRAM CLARAMENTE ISTO.


Grande parte deste material que têm sido encontrado desde 1947 foi colocado em museus e laboratórios de estudo com o pretesto de se "RESGUARDAR A HISTÓRIA ", porém sabemos que esta ação visa mesmo é impedir que peSsoas comuns tenham acesso à estas escritas que revelam O NOME DO PAI EM QUASE 7.000 NA FORMA DO TETRAGRAMA YHWH QUE, TRANSLITERADO PARA O PORTUGUÊS É VERBALIZADO COMO "YAHUH"(IÁRRU).


Sobre isso temos falado em vídeos postados no youtube e também escrito em algumas postagens em nossos blogs. 


O HEXAGRAMA, DENTRE MUITOS OUTROS SÍMBOLOS MÁGICOS QUE ELES OSTENTAM É UMA É UMA ESPÉCIE DE MARCAÇÃO DE TERRITORIO E "SUPOSTO DOMÍNIO ESPIRITUAL"!
APENAS SUPOSTO DOMÍNIO, POIS VERDADEIRO PODER E VERDADEIRA AUTORIDADE PROCEDEM DO PAI SUPREMO CRIADOR DE TUDO: YAHUH (YHWH).

Esta mesma "ESTRELA" é citada nas "Sagradas Escrituras"  pelo profeta Amoz (Amós) capítulo 5:26, e sua aparência é a mesma destas "estrelas" que usamos para ilustrar mais esta postagem falando sobre este POLÊMICO ASSUNTO...

Gente querida do YAHUH (YHWH) O ETERNO, conhecido erradamente como DEUS que provém de THÉOS E "ZEUS", o que me move a escrever mais matérias sobre a falsa estrela de Daví são as muitas centenas de acéssos e leituras da postagem http://blogdopastorsereno.blogspot.com/2011/01/estrela-de-davi-hexagrama-estrela-de.html  que exibí há algum tempo atrás em nossos blogs.

ESTA MATÉRIA FOI ESCRITA não somente para alertar, mas principalmente para despertar o desejo de "pesquisar" sobre este tema.

Nossos assuntos com respeito a este símbolo referenciam-se na milenar verdade das Escrituras Sagradas e em história universal da humanidade.
Nos preocupa  ver a ignorância de muita gente de fé evangélica quanto às reais orígens e aplicações do HEXAGRAMA no mundo espiritual e físico!

Muitos(as) líderes evangélicos(as) (?...) têm respeitado e disseminado o HEXAGRAMA como um "talismã espiritual" que, ENTRE OUTRAS COISAS está presente em celebrações NÃO JUDAICAS, congressos NÃO JUDAICOS, LOGOMARCAS DE PRODUTOS EVANGÉLICOS, camisetas, nomes de bandas, grupos de estudo bíblico, óleos de unção e principalmente nos corpos de crentes na forma de pulseiras, colares e até "tatuagens".
Gente tão amada de YAHUSHUA (Messias / Cristo), agir assim é resultado de desconhecimento das Sagradas Escrituras e também de simples CONHECIMENTO DE HISTÓRIA GERAL...

Vejam, o que mais nos incentiva a falar sobre este importante assunto é criar interesse "pessoal" por "mais informações", visto que temos falado sempre de maneira genérica (o assunto é cheio de ramificações de implicações religiosas com a Nova Era).
Há muito material histórico que podemos acessar pela internet que utilizamos todos os dias, e só é mal informado(a) sobre qualquer assunto quem realmente quer!
Assim sendo, posto agora dois vídeos que estão hospedados no youtube, e que por sua ótima didática "audio-visual"  fazem parte de meu acervo pessoal de pesquisa.

"Vejam os vídeos, reflitam, orem e tirem suas próprias conclusões".

Eu já tirei as minhas e, por mais que muitos(as) líderes evangélicos(as) digam que não, sabemos e ensinamos com ousadia que "este símbolo afronta à YAHUH (O ETERNO) e ao seu Amado Filho YAHUSHUA (O MESSIAS)"! Nós não compactuaremos com isto!
Ei você! Eu estou abrindo teus olhos! Creia, eu te amo em YAHUSHUA que é o verdadeiro Nome do Messias (cristo), que nos foi ocultado por muitos séculos em traduções bíblicas corrompidas, oriúndas da SEPTUAGINTA E DA VULGATA LATINA!

É duro falar sobre isto tudo, mas é a mais pura realidade!

Pr. Gilberto Sereno
Ministério Internacional Cantares / Brasil

Assistam aos vídeos: 
A Grande Verdade Sobre o Hexagrama (Estrela de Davi) - Parte 1
A Grande Verdade Sobre o Hexagrama (Estrela de Davi) - Parte 2

quarta-feira, 9 de março de 2011

A CACHOEIRA DAS ÁGUAS QUE DESCEM E SOBEM EXISTE! ESTÁ EM NÓS E ENTRE NÓS! por Pr. Gilberto Sereno


Ei você, gente querida de YAHUSHUA (cristo)!
É alegria e alegria e alegria, poder repartir o pão espiritual de minha mesa com você...
Seja quem for e de onde vier: eu te abençoo em nome de YAHUSHUA, O MESSIAS!

Ao final deste dia, com o coração cheio da presença do ETERNO em minha existência, sento-me em frente ao meu velho computador para escrever e postar minhas experiências de vida.

São tantas as bênçãos e revelações que têm me abraçado ultimamente, que escolher um dos muitos peixes que ficam pulando dentro da rede espiritual (que puxo para a praia "todos os dias") é tarefa difícil. Obrigado, Eterno!

Porém, um peixe, digo, "um assunto-peixe", hoje me salta à vista... 

A cachoeira das águas que "descem e sobem"!

É sobre esta cachoeira sobrenatural que quero conversar com vocês hoje.

E, não pensem que me utilizo de figura de linguagem quando me refiro à esta cachoeira sobrenatural...

Ela existe mesmo! 

É viva, reveladora, e expôr-se às suas águas pode nos fazer repensar conceitos espirituais que cuidamos conhecer desde sempre!
Conceitos que ao invés de nos enlevar espiritualmente podem é estar nos fixando à vivência de uma fé mais terrena do que celestial!

Esta cachoeira é a graça renovadora do amor do Criador, revelado no vivo Salvador!

E, para começar a tentar vislumbrá-la, intensionando descrevê-la em palavras, quero compartilhar um momento marcante de minha vida ministerial que muito aguçou meus sentidos espirituais, abrindo meu entendimento para aceitar uma MAIS APERFEIÇOADA VISÃO do que significa a graça do Eterno!

Este momento foi assim...

Logo no início de minha vida pastoral, eu e minha esposa pra. Marcia Sereno, fazíamos um programa de rádio para divulgar nossas atividades e propostas ministeriais em nome das Boas Novas (Evangelho) de salvação.

Uma de nossas ações, por meio deste programa, era promover campanhas de oração durante a tarde, onde poderiamos conhecer melhor nossos(as) irmãos(ãs) na fé evangélica (fé nas Boas Novas) que acompanhavam a programação, e vivenciar doce e poderosa comunhão gerada pela oração em grupo...

Numa destas tardes, aliás uma quente e ensolarada tarde de verão, algumas pessoas que ouviam nossos programas de rádio, vieram estar conosco e, ao final de nosso encontro de oração, uma irmã que não conhecíamos nos contou uma visão que tivera enquanto orávamos.
E, a visão foi esta...

Sobre o local onde ficava o púlpito de nosso ministério ela via um derramar de águas; uma espécie de cachoeira de águas puras.

Porém, um pouco atônita, mas com o semblante "iluminado", ela nos dizia que não entendia o que acontecia com esta "cachoeira", pois, as mesmas águas que desciam, cristalinas, desprezando o efeito da gravidade também subiam novamente!...

Desciam e subiam! Explicava ela...

Ela não nos disse que entendia a visão, mas pela revelação do Espírito da Verdade, tive revelação.

Mesmo assim não conversamos mais nada sobre isto ao final do encontro, pois eu sabia que esta visão me foi entregue da parte do amado Redentor vivo, para fincar um marco divisório espiritual e especial em minha ainda iniciante vida ministerial.
No decorrer dos anos que têm se seguido, percebí que esta visão/revelação era mesmo o "marco zero" em minha referência do que seria uma "trilha ministerial real".
Para esta irmã querida a visão foi apenas linda, mas para mim, além de linda, foi arrazadora!
Eu entendia o que o Espírito da Verdade estava me revelando...
Ele claramente me ensinava que basear-me em uma vida espiritual ministerialmente previsível era completa insensatêz!

... A partir daquela tarde, aparentemente tranquila, apenas um encontro de oração, grandes mudanças de mente e propósitos ministeriais começaram a acontecer comigo.
Os ventos do Altíssimo passaram a soprar em minha existência com veemência, desequilibrando-me, e tirando-me fora do "eixo existencial" que eu julgava ser ideal para exercer meu ministério pastoral e missionário.

Meus desacertos pessoais com um "modelo de vida ministerial" que não encaixava-se em minha mente, e também desencontrados momentos de convívio com outros "ministros do evangelho", levaram-me muitas vezes às lágrimas aos pés do amado Salvador, pois por almejar mais flutuar do que andar na dimensão espiritual onde creio estar inserido, tenho vivenciado amargas situações de rejeição por parte destes "ministros do evangelho"...
Em alguns casos, para evitar o confronto de ideias, promovo instintivamente minha auto-exclusão de convites para encontros mensais entre lideranças evangélicas da região onde atualmente vivo.


Neste estranho processo que vivencío até aos dias de hoje, fico cada vez mais "consciente" de que referenciar-me em uma dinâmica de entendimento e discernimento espirituais centrados no que chamo de "força gravitacional da fé apenas intelectual", impede completamente o agir sobrenatural do Altíssimo em minha vida e na de outros(as) que esperam ver YAHUSHUA "em mim".

Segundo creio, a graça do Messias não se manifesta no mundo atraída pela força da gravidade de nossos conceitos de fé, nem do que rotulam como modelos de "vida cristã", pois à exemplo da visão desta maravilhosa e diferente cachoeira das águas que descem e sobem, a mesma graça que pensamos estar sendo derramada sobre nós, à primeira vista parecendo estar atraída pela nossa suposta força da gravidade espiritual conhecida: é a mesma que de nós deve retornar para cima! Para seu "Criador".

Não é por meio de nós que a graça existe.
Ela foi gerada  pelo Criador de todas as coisas muito antes de nosso planeta existir.
E, não há nenhuma lógica em pensarmos que podemos manipulá-la no plano e raciocínio humanos...

A graça é do Eterno!
É para o Eterno!
Nós apenas com Sua permissão desfrutamos dela!
Interagimos com ela! 
Não temos poder para limitar-lhe a dimensão, duração ou intensidade...
A graça do Eterno é como se fosse pássaro livre e feito para "voar"...
Não podemos conceituá-la, dominá-la ou mesmo prendê-la em nosso universo de compreenção apenas humano, esboçando-lhe um corpo visível (intelectualmente falando), pois é multiforme. Assim como pelo Espirito da Verdade nos explica o amado apóstolo Shaul (Paulo), precursor neste entendimento evidenciado claramente em suas cartas e ensinos registrados nas Sagradas Escrituras.

O mesmo se dá com o a definiçâo do que é a palavra do Eterno...

A maioria das pessoas crê e ensina que a Bíblia em seus apenas 66 lívros "é" a palavra final do Altíssimo.

Ela (a Bíblia) certamente contém a palavra do Altíssimo, mas não pode calar a voz do Eterno apenas no que se considera ser "o contexto bíblico", histórico, demarcado e "explicável teológicamente".
O próprio termo "teológicamente já é uma corrupção de entendimento, pois "THÉOS VEM DO RADICAL LINGUÍSTICO ZEUS". Sendo assim, O QUE ALGUNS OU ALGUMAS ESTUDAM EM SEMINÁRIOS, É REFERENCIADO EM "ZEUSLOGIA"!...
Nunca fiz seminário ou qualquer curso "TEOLÓGICO/ZEUSLÓGICO".

Entendem o que quero dizer, gente de fé sincera?

Pensar assim limitadamente, atrai as coisas espirituais para uma dimensão unilateral,  de cima para baixo, exercendo força gravitacional para o humano, apenas!

A mente humana buscando entender a graça de YAHUH (YHWH), ou mesmo explicá-la em palavras, instintivamente tende a aprisioná-la no visível e palpável... 
Alguns e algumas crentes carnais até mesmo se valem deste pensamento para lucrarem com a graça, que é de graça, vendendo-a (não pela vontade de YAHUH) à preço de ouro...  São os(as) tais mercenários(as) da fé. 

Antes, na Antiga Aliança (Antigo Testamento), YAHUDIM (judeus/hebreus) fizeram e ainda fazem de tudo para prender a graça do Eterno na Toráh, e na antiga figura da arca da Aliança...

Desde há 500 anos, aproximadamente, mesmo com toda a liberdade expressa na Nova Aliança consolidada na morte e ressurreição de YAHUSHUA (messias/ cristo), com o advento da imprensa e dos primeiros livros,  elites cristãs religiosas e seculares, hávidas por desejos de domínio, poder e riquezas materiais,  tentam "frontal e subliminarmente" aprisionar "O Eterno" nos 66 livros da Biblia, declarando que tudo o que se pode saber da graça de YAHUH, exaltada em seu Filho Amado, está limitado ao espaço "biblico"!

Ora, mas como podemos aceitar isto, sabendo que O MENTOR  dos livros bíblicos explica a sua natureza como "EU SOU O QUE SOU"?

...Desde meus 12 anos de idade amo as palavras do Eterno registradas nas Sagradas  Escrituras, porém, quero que YAHUSHUA, O FILHO UNIGÊNITO DO PAI CRIADOR, continue a falar de perto comigo, ensinando-me a amá-lo por meio da palavra que "sai" (não da que saiu) da sua boca, palavra repleta e transbordante de sua multifacetada "graça". 

A palavra do Altíssimo e sua graça são amigas inseparáveis,, e andam sempre de mãos dadas! 
ÂMBAS MOSTRAM SUAS FACES NO MUNDO ILUMINADAS PELO HOJE! 
Para O ETERNO E SEU FILHO, o tempo como conhecemos não existe, pois "ELES SÃO"!
Entende este mistério, gente de fé sincera?

Gente querida, O ETERNO continua falando com seu povo em nosso tempo...

Ele é tão vivo e presente quanto o foi para os patriarcas, juizes, profetas, apóstolos e evangelistas do passado...

Basta que tenhamos o mesmo compromisso de fé que estes(as) tiveram amando à YAHUH, para vivermos e escrevermos uma história ainda mais aperfeiçoada, revelando a graça salvadora "em nós" e por meio de nós, ao mundo!

Referenciarmo-nos na vida, palavras e ensinos de filhos e filhas do ETERNO que viveram no passado longínquo é benção, é aprendizado, porém, serve apenas para nos impulsionar para o que vem à frente, não temendo o desconhecido, e ousando em nome de YAHUSHUA ser mais e melhor do que foram outros(as), outrora.

... Quando aquele que é conhecido como patriarca Jacó reclinou sua cabeça sobre uma pedra (figura do Messias que é Pedra angular) e teve a visão de uma escada celestial com anjos "descendo e subindo", O ETERNO já nos revelava que desejava interagir conosco por meio de sua "graça", mostrando-nos o movimento e inter-relação entre a dimensão celestial e a terrena, ensinando-nos que não há fronteiras para as SUAS ações entre seres humanos, no mundo.

Vocês sabem?
Assim que ouví a visão da nossa irmã na fé, falando sobre a cachoeira das águas que desciam e subiam, minha mente voou até este registro das Sagradas Escrituras em Bereshith (Gênesis) 28: 10 ao 15, onde o mesmo princípio espiritual se aplica, esclarecendo e interpretando assim esta visão. 

Oh, gente amada do Messias, poderia conversar sobre isto durante horas, e a calorosa presença do ALTÍSSIMO, que sinto desde que comecei a escrever estas rústicas palavras, continuaria a enternecer o meu coração  (e espero o vosso coração também), mas continuarei a abordar estes preciosos assuntos em outras oportunidades, para que tudo o que expressei  sobre a graça de YAHUH e Sua palavra possam frutificar para Seu reino em nossa mente, alma e espirito.
Desde que enviou seu amado Filho ao mundo, O ETERNO deseja que quem se aproxime das SAGRADAS ESCRITURAS o faça com mente e coração abertos para abraçar "o infinito", onde podemos FLUTUAR e vencer esta força maligna que nos atrai para a limitação do entendimento espiritual, anulando a visão da eternidade de nossos empreendimentos em nome de YAHUSHUA...

Quem ama de coração à YAHUSHUA, e quer agradá-lo, escapa desta força gravitacional!

Podem literalmente deixar-se arrebatar pela luz da graça do CRIADOR refletida em YAHUSHUA, SEU FILHO UNIGÊNITO UNGIDO, nossa riqueza insondável!

E, para confirmar o quanto amo as Sagradas Escrituras, vamos declarar juntos e em espírito, as palavras que escreveu o apóstolo Shaul (Paulo) em sua carta aos  Romanos, capítulo 11, versos: 33 à 36; e assim diz:

33- Ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria como do conhecimento de YAHUH!  
Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos!
34- Quem, pois, conheceu a mente do Eterno? Ou quem foi seu conselheiro?
35- Ou quem primeiro deu a ele para que lhe venha a ser restituído?
36- Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele, pois, a glória eternamente. Assim seja!

Cachoeira das águas que descem e sobem?
Sim, ela existe!...
Está em nós! 
Está entre nós! 

Ei você! Eu te amo em YAHUSHUA, O VIVO MESSIAS, que teve o seu nome mudado para "Jesus" em corrompidas traduções blibicas!
Pesquise sobre isto...

PR. GILBERTO SERENO JR.
MINISTÉRIO INTERNACIONAL CANTARES / BRASIL

Gostaria que ministrassemos em teu ministério? Vamos agendar!
Mande um e-mail: cantares.pastorsereno@ig.com.br

Registra aquí teu e-mail e acompanhe nossas postagens...